Leme Notícias Conheça Leme Contas Públicas Invista em Leme Arquivo de Leis Imprensa Oficial Fale com o prefeito
 
LEME:
Mais de um século de pleno desenvolvimento

No dia 1º de maio de 1875 a Companhia Paulista e o Governo da Província começaram a construção de um ramal que, partindo de Cordeiros (hoje Cordeirópolis) e passando por Araras e Pirassununga, chegasse até o Rio Mogi Guaçu (Porto Ferreira). Essa construção começou a 18 de fevereiro de 1876. No dia 10 de abril de 1877 franqueava-se a primeira secção, de Cordeiros a Araras, e no dia 30 de setembro do mesmo ano era inaugurada a Estação de Manuel Leme.

Antes que a estrada de ferro chegasse na Fazenda Palmeiras (pertencente à família LEME), o português de nome Manoel Gomes Neto, fornecedor de trabalhadores da referida estrada, construiu um pequeno rancho nas terras de Manuel Leme, onde montou um pequeno comércio. Foi neste núcleo que começou a aglomeração de outras pessoas, movidas pela chegada da estrada de ferro.

Em vista do desenvolvimento sempre crescente do novo núcleo, diversas pessoas tiveram a iniciativa de fundar uma capela, cujo o nome homenageou o cidadão Manuel Leme.

No dia 26 de dezembro de 1889, logo após o advento do regime republicano, um ato do Governador do Estado, Prudente de Morais, criava o Distrito Policial da Estação de Leme, no município de Pirassununga.

Um ano depois, pelo Decreto n.º 124, de 20 de janeiro de 1891, do Governador do Estado, Jorge Tibiriçá, era criado o Distrito de Paz da Estação Leme, com as mesmas divisas do Distrito Policial.

Assim, Leme foi crescendo e se desenvolvendo até que contando com mais ou menos 800 habitantes, iniciou-se a campanha para a sua elevação a município, alcançada no dia 29 de agosto de 1895, pela Lei Estadual n.º 358.


 

Em comemoração a esse fato o dia 29 de agosto foi declarado feriado municipal, sendo dado ainda o nome de 29 de agosto a principal rua da cidade, hoje Avenida 29 de agosto.