Dia “D” da Campanha de Vacinação Antirrábica acontece neste sábado dia 15

SAÚDE
    13 de setembro

A campanha tem por objetivo estabelecer uma barreira imunológica capaz de interromper a transmissão do vírus da raiva na população canina e felina.

A Prefeitura do Município de Leme, através da Secretaria de Saúde em parceria com o Núcleo de Controle de Zoonoses, realizam neste sábado dia 15, das 8h às 16h30 a Campanha de Vacinação Antirrábica – 2018.

A campanha tem por objetivo estabelecer uma barreira imunológica capaz de interromper a transmissão do vírus da raiva na população canina e felina.

O Dia “D” da Campanha de Vacinação (15/09), contará com 21 postos de atendimento distribuídos em pontos estratégicos da cidade, devidamente sinalizados. A estimativa do Núcleo de Controle de Zoonoses será o de vacinar aproximadamente 20 mil cães e 3.500 gatos.

Confira abaixo os Postos de Vacinação – Zona Urbana:

POSTO 1
Vila São João – Praça São Benedito

POSTO 2
Jd. Nova Leme – Cemitério

POSTO 3
Centro – Praça da Bíblia

POSTO 4
Jd. Capitólio – Praça do Jd. Capitólio

POSTO 5
Jd. Tufannin – Praça Maristela

POSTO 6
Jd. São José – Posto João Leme

POSTO 7
Vila Santa Rita – Praça do Coreto

POSTO 8
Jd. Santa Maria – Praça Allan Kardec

POSTO 9
Jd. Saulo – Praça Padre Cícero

POSTO 10
Vila Eroise – Campo da Eroise

POSTO 11
ESF Ariana – Posto de Saúde

POSTO 12
Jd. Juana – CAIC

POSTO 13
ESF Primavera – Posto de Saúde

POSTO 14
ESF São Manoel – Posto de Saúde

POSTO 15
ESF Palmeiras – Posto de Saúde

POSTO 16
Vila Sumaré – UBS Sumaré

POSTO 17
Jd. Bonsucesso – Praça do Trabalhador

POSTO 18
ESF Vanessa – Posto de Saúde

POSTO 19
C.H. Francisco Coelho – Praça Rua Sebastião De Carli

POSTO 20
Jd. Quaglia – Posto de Saúde

POSTO 21
Jd. Empyreo – Praça Central

Informações adicionais podem ser obtidas no Núcleo de Controle de Zoonoses, localizado na Rua Waldemar Silencia, 450 – Cidade Jardim ou através do telefone 3571.0295. 

 

**Leia mais: 

A Doença 

A raiva é uma doença que atinge diretamente os mamíferos, e que pode ser transmitida aos homens, portanto, é uma zoonose. A transmissão da raiva se dá pela saliva do animal contaminado pelo vírus da raiva, através de lesão da pele no novo hospedeiro. Este vírus pode ser inoculado por arranhadura, mordida ou lambida do animal doente. Característica da própria doença é o aumento da agressividade do doente, o que facilita o ataque do doente a um novo animal ou ao homem.

É uma doença terrível, que pode levar a óbito se não atendida a tempo, sendo a melhor forma de se proteger contra a doença é vacinando os animais. Além da imunização, outras dicas de prevenção da doença são: evitar deixar o animal solto nas ruas; ao passear com seu bicho de estimação, leve-o sempre na coleira; nunca separe briga de animais; cuidados ao pegar bichos machucados; não alimente e evite contato com animais desconhecidos.

 

Fonte: Secretaria de Comunicação Social - Prefeitura do Município de Leme

clique na foto para ampliar